Isolamento Social: o que podemos fazer para se sentir melhor neste período?

 

Neste período de pandemia tivemos nossas vidas alteradas devido ao isolamento social. Trabalhar, sair com a família, amigos, colegas, estudar, etc. Tudo mudou. Podemos não sentir ou sentir muito menos ao ficar em casa. Isso vai depender da forma como pensamos nosso dia a dia. Não pensar que em ficar em casa com a família é tedioso, chato e irritante é um bom começo, vejo muitas postagem escritas e em áudios em tons de brincadeira falando sobre a dificuldade em lidar com os filhos, esposas, maridos, familiares, em como é difícil ficar com os filhos em casa, ensinar, educar o dia inteiro. Estávamos acostumados a trabalhar o dia inteiro e terceirizar estes serviços que não estão mais disponíveis. Não podemos visitar parentes, amigos ou colegas distantes. Podemos aproveitar de maneira prazerosa este período e observar o crescimento dos nosso filhos, orientar, ficar mais com a sua família. É bom lembrar que antes queríamos ter esse tempo ou falávamos dessa falta e tempo com a família. Vou dar algumas sugestões para fazer, que podem melhorar o dia de todos:

– leitura, resgatar livros antigos, de forma eletrônica ou fisica;

– assistir filmes e séries;

– fazer uma ligação ou videochama com amigos, familiares, colegas;

– fazer brincadeiras caseiras e jogos;

– rever juntos fotos antigas;

– aprender coisas novas, como: cozinhar, outra língua ou afazeres domésticos;

– ouvir podcasts;

– praticar exercícios;

– assistir live de artistas que todos gostam.

 

Espero que tenham gostado.

 

#ficaemcasa

#stopthespread

#distanciamentosocial

#covid_19

#sarscov2

#pandemia

#familia

#sugestão

#psicoterapeutavitormascarenhas

#CIAC

#Cliorpcamacari

 

Vitor Souza Mascarenhas

CRP 03/04408

Sócio-proprietário das Clínicas CliorP e CIAC

Mestrando em Tecnologia em Saúde

Relator do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos EBMSP

Professor da Pós-Graduação em Neuropsicologia da Unifacs

Especialista em Terapia Cognitiva

Especialista em Terapia Analítico – Comportamental

Especialista em Neuropsicologia e Reabilitação

Site:https://vitorsouzamascarenhas.com.br/

(71) 98243-9034.

5c3460cd-dde3-48e1-bd68-633b47568c5f

COMO PODEMOS NOS PROTEGER NESTA PANDEMIA?

A COVID-19 é uma doença, causada pelo vírus Sars-Cov-21. Segundo a Organização Mundial da Saúde(OMS), a maioria das pessoas com COVID-19 podem ser assintomáticas, isto de acordo com a OMS gira em torno de 80% e 20% das pessoas irão precisar de atendimento hospitalar devido a problemas respiratórios e 5% precisarão de suporte para respirar (suporte ventilatório)2.

O coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias1. Foi descoberto no dia 31/12/2019 na cidade de Wuhan, China1,2. Os primeiros coronavírus humanos foram registrados em 1937 mas somente foi descrito como coranavírus em 1965, devido seu perfil na microscopia, parece com uma coroa1.

O sintomas podem variar por se parecer com simples resfriado a pneumonia grave1,2. Os principais sintomas são:

  • Tosse
  • Febre
  • Coriza
  • Dor de garganta
  • Dificuldade de respirar

A sua transmissão ocorre quando uma pessoa doente entra em contato com outra por meio de:

  • Aperto de mão
  • Gotículas de saliva
  • Espirro
  • Tosse
  • Catarro
  • Objetos ou superfícies contaminadas

O diagnóstico é realizado por médicos que seguirá critérios clínicos, caso a pessoa apresente os sintomas descritos acima ou dificuldade respiratória, o médico solicitará exames laboratoriais:

  • Da biologia molecular, que diagnostica só o COVID-19 mas também a Influenza e o Vírus Sincical Respiratório(VSR)
  • Imunológico, teste rápido, que detecta ou não a presença de anticorpos somente após o sétimo dia de início dos sintomas

O diagnóstico pode ser realizado de acordo com o histórico de contato, antes dos 7 dias do aparecimento dos sintomas1.

O que nós podemos fazer para nos proteger? Lavar as mãos até a altura dos punhos com sabão, ou então higiene com álcool em gel 70%; ao tossir ou espirra cubrir o nariz e boca com um pano ou lenço; evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos sujas; manter distanciamento de 2 metros de uma pessoa que esteja tossindo; evitar aperto de mãos, abraços ou outro tipo de contato físico; não compartilhar objetos pessoais; manter o ambiente limpo e ventilado; Evitar sair de casa; Adoecendo, fique em casa até melhorar; dormir bem e se alimentar de maneira saudável; utilizar máscaras caseiras ou artesanais2.

Ao viajar, se tiver necessidade, em viagens internacionais ficar 7 dias em isolamento social, mesmo não apresentando sintomas e em viagens locais, observar a condição de saúde, ficando atento aos primeiros 14 dias, reforçar hábitos de higiene já descritos e se apresentar os sintomas, seguir as orientações do Ministério da Saúde(MS) ficando em isolamento domiciliar1.

 

REFERÊNCIAS:

  1. Saúde, M. da. CORONAVÍRUS ( COVID-19). Ministério da Saúde 1 (2020). Available at: https://coronavirus.saude.gov.br/.
  2. OMS. Folha informativa – COVID-19 (doença causada pelo novo coronavírus). Organização Mundial de Saúde 5 (2020). Available at: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6101:covid19&Itemid=875.

 

Vitor Souza Mascarenhas é graduado em Psicologia; Mestrando em Tecnologias em Saúde; Especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental; Especialista em Terapia Analítico-Comportamental; Especialista em Neuropsicologia e Reabilitação.

Lattes: 3504656475764958

Instagram: @psicoterapeutavitormascarenhas

Twitter: @Psicote80498075

Facebook: @psicoterapeutavitormascarenhas

E-mail: psicoterapeuta@vitorsouzamascarenhas.com.br

Site: https://vitorsouzamascarenhas.com.br/

Telefone: (71) 4141-4567/3043-5344.