estresse home

Estresse na Pandemia: como lidar

O conceito de estresse tem sido amplamente utilizado nos dias atuais, chegando mesmo a tornar-se parte do senso comum. Hans Selye foi o primeiro estudioso que começou a definir o que era estresse.

“O estresse é um elemento inerente a toda doença, que produz certas modificações na estrutura e na composição química do corpo, as quais podem ser observadas e mensuradas. O estresse é o estado que se manifesta através da Síndrome Geral de Adaptação (SGA). Esta compreende: dilatação do córtex da suprarenal, atrofia dos órgãos linfáticos e úlceras gastro-intestinais, além de perda de peso e outras alterações. A SGA é um conjunto de respostas não específicas a uma lesão e desenvolve-se em três fases: 1) fase de alarme, caracterizada por manifestações agudas; 2) fase de resistência, quando as manifestações agudas desaparecem e; 3) fase de exaustão, quando há a volta das reações da primeira fase e pode haver o colapso do organismo.” (Seley, H., 1959)

Marilda Lipp (1984), psicoterapeuta cognitivo-comportamental, define o estresse como:

“Uma reação psicológica, com componentes emocionais físicos, mentais e químicos, a determinados estímulos que irritam, amedrontam, excitam e/ou confundem a pessoa.”

O primeiro caso de infecção pelo vírus SARS-COV-2, dando origem à doença Covid-19, foi
notificado na China, no final de 2019. No início de 2020, a doença já havia se espalhado para outros países e
intensificaram-se mundialmente as notícias sobre a problemática relacionada às formas de contágio e às
orientações para prevenção da disseminação do referido vírus.

Não só os profissionais de saúde que tem que lidar com a doença na sua vida diária mas as pessoas que estão em casa e no trabalho também. Em estudo publicado no mês passado mostrou uma alta taxa de prevalência de sintomas de ansiedade, depressão, medo e estresse nas pessoas que apresentavam sintomas de COVID e estavam esperando para realizar exame PCR. Então, vemos que os sintomas de estresse afetam nossas vidas em muitas situações e como não percebemos ou demoramos para perceber estes sintomas.

Alguns fatores atualmente são grandes geradores de estresse, como: quando sabermos o retorno a vida normal, ficar em casa muito tempo, fazer as tarefa de casa, participar ativamente da educação dos filhos, dividir os afazeres domésticos, falta de vacina, situação de cada estado e cidade. As mudanças de humor neste período são esperadas. Os sintomas de ansiedade, estresse, tristeza e medo acontecem com muita frequência.

Com isso, temos que procurar uma melhor maneira de nos adaptarmos e viver melhor esses dias. Uma vida mais funcional, ou seja, fazer as nossas atividades do dia a dia de maneira mais adequada e harmônica vai nos gerar mais qualidade de vida.

Então, seguem algumas dicas de como lidar  com o estresse neste momento:

  1. Fazer uma reflexão;
  2. Estabelecer rotina;
  3. Desenvolva sua capacidade de adaptação;
  4. Mantenha sono saudável;
  5. Mantenha sua alimentação saudável;
  6. Planeje-se;
  7. Cuide do seu bem-estar.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

FILGUEIRAS, Julio Cesar  and  HIPPERT, Maria Isabel Steinherz. A polêmica em torno do conceito de estresse. Psicol. cienc. prof. [online]. 1999, vol.19, n.3 [cited  2021-03-10], pp.40-51. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98931999000300005&lng=en&nrm=iso>. ISSN 1414-9893.  https://doi.org/10.1590/S1414-98931999000300005.

SANTOS, Alan Chaves dos et al. Testagem para a COVID-19 em pacientes sintomáticos como fator protetivo contra estresse, ansiedade e depressão. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [online]. 2021, vol.21, suppl.1 [cited  2021-03-10], pp.133-143. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292021000100133&lng=en&nrm=iso>.  Epub Feb 24, 2021. ISSN 1806-9304.  https://doi.org/10.1590/1806-9304202100s100007.

Add a Comment

You must be logged in to post a comment