Transtorno de Ansiedade Generalizada e a Preocupação

Existem uma série de critério para se definir como Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG). De acordo com o DSM-V, são: a maioria  dos dias durante um período mínimo de seis meses e está associada a inquietude, sensação de tensão ou estar no limite, ficar cansado facilmente, ter dificuldade em concentrar-se, estar irritável, apresentar tensão muscular e desenvolver transtornos do sono. As preocupação precisam causar prejuízo significativo para a pessoa e interferir no seu dia a dia.

A média de idade de início do TAG é de 31 anos, sendo que a metade desses pacientes relatam que começou na faixa dos 20 aos 47 anos (Kessler et al., 2005). A prevalência maior entre mulheres, brancas e pessoas de baixa renda.

Se preocupar como um evento futuro não é o mesmo que se antecipar a este evento. É o processo cognitivo que envolve a atividade verbal, em menor proporção e imagens.Processos e imagens verbais são ações cognitivas e estão relacionadas a vários efeitos psicofisiológicos e emocionais. Pesquisadores associam a preocupação  fatores cognitivos de vulnerabilidade e falar de repertório quanto á incerteza. Essas incertezas são  definidas como um conjunto de crenças sobre as incertezas do mundo e do futuro.

 

REFERÊNCIAS:

HOFMANN, S. Introdução á Terapia Cognitivo-Comportamental. Porto Alegre. Artmed. 2014.

 

Tags: No tags

Add a Comment

You must be logged in to post a comment